salgueiro

Premiação

O troféu bateria foi criado para reconhecer o trabalho árduo de todas as baterias das Escolas de samba do Grupo Especial do Rio de Janeiro. Mestres, Diretores e ritmistas terão agora um motivo extra para trabalhar. O principal objetivo do prêmio é unir ainda mais o universo de bateria das escolas de samba e reconhecer o trabalho de milhares de pessoas que trabalham somente por amor ao Samba.

PREMIAÇÃO 2018

Premiação 2018 (2)

PREMIAÇÃO 2017

16996232_394161897607351_1039021921888246133_n

 

PREMIAÇÃO 2016

16711926_387607454929462_3497914290000027220_n

 

 

 

CRITÉRIOS

Todas as apresentações serão levadas em conta (ensaios da quadra, ensaio técnicos e desfile), porém o último terá um peso maior.

Melhor Bateria – Serão avaliados a sustentação do ritmo e andamento, firmeza nas bossas, criatividade, musicalidade e harmonia rítmica de todos os instrumentos. Será eleita a bateria que melhor se apresentar como um todo no carnaval.

Melhor paradinha(Bossa) – Será selecionada a bossa com maior inovação, funcionalidade dentro da harmonia do samba, andamento e comunicação com o público.

Melhor ala de repique – Será avaliado os repiques de maneira geral e os repiques de bossa. Será levado em conta a influência positiva gerada pela ala no resultado da bateria e precisão nas variâncias da bateria.

Melhor ala de caixa – Padronização da batida e a influência positiva gerada pela ala no resultado da bateria são relevantes.

Melhor ala de marcação – Será levado em conta a influência positiva gerada pela ala no resultado da bateria, afinação, firmeza nas bossas e manutenção da “base rítmica”.

Melhor ala de chocalho – Será levado em conta a influência positiva gerada pela ala no resultado da bateria. Precisão e clareza no ritmo, nas bossas e eventuais desenhos.

Melhor ala de cuíca – Será levado em conta a influência positiva gerada pela ala no resultado da bateria. Swing e volume serão importantes na avaliação do naipe.

Melhor ala de tamborim – Será levado em conta a influência positiva gerada pela ala no resultado da bateria. Precisão e clareza no repinicado e desenhos são fundamentais.

Melhor desenho de tamborim – Será avaliado a funcionalidade dos desenhos dentro da harmonia do samba.

Melhor Mestre – Mestre com melhor postura, liderança e performance.

Revelação – Mestre, Diretor ou Ritmista relativamente novo e com melhor performance individual no ano.

Baluarte – Mestre, Diretor ou Ritmista que contribuiu muito para o universo das baterias.

Melhor bateria do Grupo de Acesso – Serão avaliados a sustentação do ritmo e andamento, firmeza nas bossas, criatividade, musicalidade e harmonia rítmica de todos os instrumentos.

JULGADORES

Para o ano de 2018 serão 18 julgadores. Os julgadores são mestres, diretores ou ritmistas com longa experiências em baterias das escolas de sambas e não poderão ter algum cargo de diretoria com as baterias julgadas, de acordo com as normas de ética do Troféu Bateria.

Ailton Nunes, Bruno Moraes, Cláudio Francioni, Eduardo Silva, Eugênio Leal, Fabio Arerê, Felipe Vasques, Guilherme Gonçalves, Guilherme Salgueiro, Hudson Rangel, Kleber Komká, Odilon Costa, Patrícia Arioza, Paulinho Botelho, Pedro Magrão, Rodrigo Coutinho, Vincent Bonnet e Vinicius Ximenes

 

O TROFÉU

img_2045

FOTOS ENTREGA 2017

Entrega 2017

FOTOS ENTREGA 2016

Entrega 2016